KidZania vai para a nuvem com a Dedalus em tempo recorde

É preciso ter um parceiro para a migração ser efetiva e eficiente. Com esta frase Olavo Soares, gestor de TI da KidZania começou a contar sua experiência de adoção de cloud.
 
A KidZania surgiu no México sob o conceito de negócio voltado para crianças com o propósito de educação e entretenimento. Atualmente, opera em 22 países e o Brasil é a segunda “cidade” da América do Sul, onde a primeira foi no Chile. 

Quando o projeto começou no Shopping Eldorado, na capital paulista logo foi identificada a necessidade da estruturação de uma área de TI. O primeiro entrave foi o budget baixo. “O custo de criar e manter uma área de TI era inviável naquele momento para o projeto. E começamos a cogitar a possibilidade de ir para a nuvem”, destaca Soares.
 
Segundo o executivo, a adoção de cloud, além de otimizar custo pela capacidade de escalabilidade, o tempo de setup seria muito menor do que criar algo internamente. “Nós teríamos especialistas para cuidar deste projeto, o que nos convenceu ser a melhor alternativa para o nosso negócio”, comenta.
 
A necessidade da KidZania se resumia a algo centralizado em nuvem para atender todas as unidades pelo mesmo ambiente, somente com adequações quando necessário, já que o sistema estaria testado e em funcionamento. Exatamente a proposta da nuvem.
 
Entretanto, o projeto não seria simples de implementar. Era preciso sair da zona de conforto, ir para algo desconhecido e não palpável. O mais difícil disso tudo foi explicar para as demais áreas, que não têm familiaridade com TI. Isso é mais complicado do que a execução do processo.
 
Ter uma empresa especializada em nuvem, com profissionais certificados foi algo que deixou todo esse trâmite menos complicado e facilitou a aceitação pelos demais departamentos da KidZania. É neste momento que entra o apoio da Dedalus para desenhar o projeto, definir a nuvem e o que levar, além de configurar o servidor.
 
“A Dedalus fez uma imersão no negócio da KidZania para conhecer os processos internos e entender a essência da atividade. Isso foi primordial para a boa execução do projeto”, diz.
 
Um datacenter bem executado, sem nenhum tipo de surpresa levaria cerca de dez meses. Já os servidores da KidZania na nuvem de AWS (Amazon Web Services) ficaram prontos em uma semana e custaram cerca 10% a 15% do valor que seria o setup em datacenter. O valor mensal está em torno de 10% do que seria com uma equipe interna para administrar um ambiente físico.
 
Segundo o gestor de TI, o balanço de um ano mostrou disponibilidade total do servidor no período e a gestão das intervenções são feitas todas pela Dedalus. “Todo esse processo vai ao encontro à proposta inovadora do nosso negócio, sem falar na tecnologia que está alinhada com a inovação”, completa Soares.  

Assista ao vídeo case e entenda melhor como foi o prcesso: 

 

 

Cadastre seu e-mail para novidades

Copyright 2016 Dedalus. Desenvolvido por Agência WEBi