Pestiscos

Site Petiscos migra para a Amazon Web Services para garantir a alta disponibilidade

“Antes, um mar de problemas. Depois que contratamos a Dedalus para o projeto de migração para Amazon Web Services, a situação mudou: agora tudo está tranquilo e motivante porque ela não nos traz problemas, apenas vem com soluções”. É desta maneira que Rafael Argenta, Coordenador de TI do site Petiscos, resume o projeto de migração para AWS, após muita instabilidade e quedas do site, criado e mantido pela apresentadora de televisão, produtora musical, blogueira, publicitária e modelo, Julia Petit.

O site Petiscos possui números enormes: em seis anos contabiliza mais de 16 milhões de visitantes, que somam 69 milhões de acessos. No Instagram conta com 148 mil seguidores, 148 mil no Facebook, 160 mil no Twitter, sendo que os vídeos de beleza de Julia Petit receberam mais de 3 milhões de visualizações no Vimeo e 22 milhões no Youtube, onde 153 mil pessoas estão inscritas no seu canal TV Petiscos. Isso dá uma visão da capacidade que o Petiscos possui para atrair público, que busca por informações, notícias e dicas sobre moda, comportamento e beleza. Um site estável é vital para os negócios e para garantir que os usuários não se frustrem ao acessar ao conteúdo.

E foi a instabilidade, as constantes quedas do servidor e também o péssimo atendimento e suporte do antigo provedor que motivou a equipe de TI do Petiscos a mudar, optando pela Amazon Web Services através da Dedalus Prime. “Vínhamos de uma cadeia de problemas, onde estávamos com uma infraestrutura bastante obsoleta. Em um dos eventos principais do Petiscos, que é o Fashion Week, ficamos fora do ar por mais de um dia. Então, começamos a pensar em novas estratégias, em serviços mais confiáveis, estáveis, acabamos encontrando a Dedalus e deu certo”, conta.

Argenta também enfatiza a má gestão das equipes de suporte e do ambiente como um dos motivos da migração. “Eles trocavam seu pessoal constantemente e não davam sequência ao atendimento e quem entrava não sabia o que havia sido feito antes. Também pecavam pela falta de experiência, não sabiam lidar com o WordPress, por exemplo. Por sua vez, a Dedalus tem uma experiência bacana e também em WordPress, o que nos motivou ainda mais a realizar a mudança. O antigo provedor, bem conhecido do mercado, não tinha esse know how de hospedar sites com grande quantidade de acessos simultâneos e não conseguiam administrar a infraestrutura que nos forneciam. “Nós pagávamos uma fortuna por um ambiente que eles não conseguiam administrar corretamente”, acrescenta.

“Nós ainda estamos aperfeiçoando no novo ambiente, mas posso afirmar que não registramos mais quedas. Antes, isso acontecia todo dia, mas hoje temos uma nova realidade: o tempo de resposta do site, para o carregamento do usuário, já caiu em quase dois terços, isso é importantíssimo e os usuários podem agora acessar ao site muito mais rápido. Nosso site teve um aumento de aproximadamente 20% de quantidade de acessos, desde a mudança para a AWS. Por exemplo, na última edição do São Paulo Fashion Week, tivemos muitos picos de acesso e o site não caiu nenhuma vez. Isso significa tranquilidade”.

Os serviços AWS contratados que garantem a alta disponibilidade são: AWS RDS My SQL de Banco de Dados, AWS EC2, AWS S3, AWS VPC, AWS Elastic Load Balance, AWS Cloudwatch, AWS Route 53. “Também contamos com o Nível de Serviço Manager da Dedalus e estamos no processo de realizar o auto scaling, que é usado para quando o site tiver altos picos, possibilitando acionar mais máquinas para suporte e volume de acessos”, revela Argenta.
Sobre o atendimento da Dedalus, Rafael Argenta, faz um balanço positivo: “Achei a equipe muito bacana, as pessoas sempre foram muito prestativas e sempre fui atendido pelas mesmas pessoas – coisa que não acontecia no outro provedor. O atendimento é sem restrições de horários e a vantagem é que eles foram do início ao fim com o nosso projeto. Esse foi o grande trunfo desta migração, porque as pessoas sabiam de tudo que estava acontecendo desde o início, e que – acredito – tenha favorecido o sucesso de nosso projeto. Tivemos um atendimento totalmente personalizado. Com o provedor anterior, nós tentamos várias vezes migrarmos para uma nova infraestrutura e não deu certo nenhuma delas”, finaliza.

Os serviços AWS contratados são o Ambiente M1 Midium, o Amazon Elastic Load Balance e o S3 (Amazon Simple Storage Service). Com a Dedalus, a empresa tem contratado o serviço de monitoração padrão, gráfica, o de administração do ambiente operacional e o de administração de Banco de Dados. “Usamos o ELB (Amazon Elastic Load Balance) para balanceamento de carga e para prover serviços de certificados digitais e balanceamento entre as aplicações. O S3 (Amazon Simple Storage Service) utilizamos para fazer caching de arquivos que não são modificados”, explica o executivo.

Cadastre seu e-mail para novidades

Copyright 2016 Dedalus. Desenvolvido por Agência WEBi